skip to Main Content

HORTIFRUTI/CEPEA: Rastreabilidade traz mais clareza às cadeias produtivas ?

ENTENDA A NOVA NORMA DO SETOR DE FRUTAS E HORTALIÇAS

Piracicaba, 24 – Em uma parceria entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foi publicada, em 7 de fevereiro de 2018, a Instrução Normativa Conjunta nº 2, a qual dispõe sobre a obrigatoriedade da adoção do sistema de rastreabilidade para produtos vegetais frescos in natura em todo o território nacional.

Com isso, todos os envolvidos na cadeia de produção e distribuição de frutas e hortaliças devem dispor de informações padronizadas para identificar a origem do produto. Essa identificação pode ser realizada por diversos meios: etiquetas, códigos de barras ou QR Code, por exemplo.
Porém, os prazos para implementação do novo sistema são diferentes, dependendo do produto, variando entre 180, 360 e 720 dias a partir da data de publicação da Instrução Normativa (em fevereiro de 2018). Para citros, maçã, uva, batata, alface, repolho, tomate e pepino, a adequação se iniciou no ano passado. 
Já para melão, morango, coco, goiaba, caqui, mamão, banana, manga, cenoura, batata doce, beterraba, cebola, alho, couve, agrião, almeirão, brócolis, chicória, couve-flor, pimentão, abóbora e abobrinha, deve acontecer ainda neste ano.

Vale ressaltar que, apesar de o sistema contribuir para a segurança dos alimentos, agregação de valor, organização do setor e para a valorização daqueles que atuam conforme os regulamentos, a mudança ainda pode dificultar a adequação de alguns pequenos produtores ou familiares. Isso porque, conforme agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, ainda faltam informações sobre essa prática e sua implementação pode ser burocrática.

Por Marcela Barbieri

Fonte: HF Brasil
Rastreabilidade da sua produção
1. HORTIFRUTI/CEPEA: Rastreabilidade traz mais clareza às cadeias produtivas ?
2. Qual a sua percepção sobre a rastreabilidade de vegetais frescos destinados à alimentação humana
3. Produtores de hortaliças e a rastreabilidade vegetal
4. Rastreabilidade para produção de ovos em Mato Grosso
5. Software para distribuidora de hortifruti
6. O que é um sistema de rastreabilidade de alimentos ?
7. Qual a importância da rastreabilidade ?

Felipe Rodrigues da Silva

Engenheiro Agrônomo, especialista em gestão em processos e rastreabilidade vegetal. Com experiência no desenvolvimento de software e aplicativos para internet. O resultado da união destas duas áreas de conhecimento é o aplicativo Caminho do Produtor. (51) 99521-1446

Back To Top